Templo de Oração destruído na China

Category:

Reações: 


Centro de orações destruído e líderes ameaçados
   
CHINA (13º) - Em 30 de agosto de 2010, vários cristãos idosos foram perturbados durante as orações da manhã, quando as autoridades marcharam em seu centro de oração montanhoso. Eles foram retirados à força, e depois assistiram impotentes a demolição do prédio.

As forças policiais, muito mais fortes, removeram cerca de vinte idosos cristãos do edifício. Ninguém parecia ferido. Operários passaram a destruir a sala de oração da igreja, as salas de aulas e salas de centro de treinamento.

Conhecido como "Montanha de Oração", o complexo foi adquirido pela Igreja cristã Taishan House (localizada no distrito de Qinggang, Yuhuan, Cidade de Taizhou, na província de Zhejiang). Este incidente vem na esteira da mais recente perseguição contra as igrejas domésticas.

De acordo com fontes fidedignas do ChinaAid, pelo menos três igrejas foram fechadas em 5 e 6 de agosto de 2010. As igrejas estavam localizadas em Wuhan, Hubei, na Sanmenxia, Henan e, em Changsha, Hunan. Eles pertenciam a China Gospel Fellowship (CGF), uma das principais redes de igreja nos lares da China, com uma estimativa de 5 a 7milhões de membros.

As igrejas foram forçadas a fechar pelo governo chinês, pois os líderes da Igreja foram convidados para o Terceiro Congresso Lausanne sobre Evangelização Mundial, em outubro de 2010 em Cape Town, África do Sul. Fontes informaram a ChinaAid que os chineses da segurança pública obtiveram a lista de 200 convidados chineses e ameaçaram alguns para não  comparecerem, mas os líderes da CGF recusaram-se a voltar atrás.

"Em agosto, vimos um aumento na perseguição que é preocupante e injustificável", diz o pastor Bob Fu. "Nós condenamos a destruição do complexo da Igreja Montanha de Oração, e instamos as autoridades locais para que cesse as ameaças contra a China Gospel Fellowship de impedi-los em exercerem suas liberdades religiosas".

ChinaAid condena o comportamento injusto das autoridades locais, destruindo o edifício da Igreja Taishan Christian House. Pedimos as orações de encorajamento para os membros da igreja. ChinaAid também se destaca com os líderes da China Gospel Fellowship. Instamos a comunidade internacional a intervir contra esta opressão continuou da liberdade religiosa.

Tradução: Carla Priscilla Silva



Fonte: China Aid Association