Liberto ativista de direitos humanos

Category:

Reações: 

14/9/2010 - 06h49

Liberto ativista de direitos humanos cego
 
Chen Guangcheng
CHINA (13º) - O famoso ativista de direitos humanos cego,Chen Guangcheng, terminou sua pena de 4 anos e três meses no último dia 9, e foi liberado às 6h30 do dia seguinte. Enquanto esteve na prisão, foi brutalmente torturado e teve negado o cuidado adequado. Ele está em má saúde e precisa de tratamento médico.

Embora ele esteja fora da prisão, a liberdade do ativista ainda não está completa. Sua família foi monitorada e perseguida por funcionários públicos durante seu encarceramento. Segundo fontes fidedignas, as autoridades ameaçaram Chen e sua esposa de atirar a qualquer momento nos membro da família, caso não cooperassem.

Na manhã que Chen foi solto, sua esposa Yuan Weijing, sua filha, e seu irmão mais velho não foram autorizados a buscá-lo na prisão. Em vez disso, tiveram de esperar para recebê-lo quando ele mesmo chegasse a casa. Agora, ele e sua família são acompanhados de perto por mais de 20 policiais que cercam sua casa. Ninguém foi autorizado a sair da casa no dia de sua chegada, mesmo que fosse para fazer compras, então sua esposa precisou se programar para o dia anterior.

Chen Guangcheng, um advogado autodidata, expôs as atrocidades em massa de 130.000 abortos e esterilizações forçadas em Linyi County, Shandong, em 2005. De acordo com Reggie Littlejohn especialista em política da criança da ChinaAid e fundador dos Women’s Rights Without Frontiers (Direitos da Mulher Sem Fronteiras), "o uso do aborto forçado e da esterilização forçada em Linyi County  e em qualquer outro lugar, podem ser o resultado da pressão sobre os funcionários em cumprir a meta ou quotas populacionais provinciais estabelecidas."

Chen foi preso em agosto de 2006 quando falou contra estas medidas severas. Ele foi acusado de "danificar patrimônio público e obstrução do tráfego."

A revista Time de 2006 nomeou Chen Guangcheng como um dos “Top 100 People Who Shape Our World" (100 pessoas mais influentes), na categoria de "Heróis e Pioneiros". Ele também foi nomeado para o prêmio Nobel da paz.

Chen expressou seu agradecimento à comunidade internacional pela ajuda.

Tradução: Carla Priscilla Silva



Fonte: China Aid Association