INTERCESSÃO MISSIONÁRIA

Category:

Reações: 

O QUE É?

Buscar a face de Deus, colocando diante de Sua presença a causa de missões, entrando ''na brecha'' por povos, nações, suplicando po missionários e pelo despertamento de vocações. Intercessão em si é ir a DEus não por uma causa, mas por causa dos outros; é colocar-se numa posição de sacerdote indo a Deus para pleitear pela causa humana. A palavra hebraica para intecessão define bem seu significado: "PAGA" e possui dois aspectos:

- Luta, violência, isto é confronto
- Colocar-se, suplicar e isto é encontro

Logo podemos concluir que a intercessão é:

- Confronto - Oposição a satanás - batalha espiritual
- Encontro - com DEus em Suas promessas em Cristo

Intercessão é uma busca da face de Deus e Sua vontade para que seja feita aqui na Terra como é feita no céu.

QUAL A SUA IMPORTÂNCIA?

Através da oração cooperamos com Deus para que Seu Reino seja ampliado na Terra. Existem barreiras espirituais que são quebradas somente com o poder sobrenatural que é liberado pelas orações do povo de Deus. Patrick Johnstone disse: ''Nossas orações mudam nosso mundo."

INTERCESSÕES E INTERCESSÕES POR MISSÕES É SOMENTE PARA ALGUNS?


Orar é ordem dada a todo o Corpo; missões é a causa do Corpo de Cristo na Terra, não há como ficar ''de fora''.

JESUS CRISTO NOS MANDOU INTERCEDER POR MISSÕES?

Ao ver as grandes necessidades Jesus comparou o mundo a um grande campo de trigo, e afirmou; ''Rogai ao Senhor da seara para que envie trabalhadores para sua seara". Mateus 9:38 A ordem é ROGAR, CLAMAR, PEDIR...para que mais trabalhadores sejam colocados nesta seara. Não há dúvida, Jesus Cristo está nos mandando interceder por missões.

COMO GUERREAR NA INTERCESSÃO?


Princípios básicos: Não existem receitas ou esquemas pré-determinados para uma vida de vitória, o que existe é a PALAVRA DE DEUS e a UNÇÃO DO ESPÍRITO SANTO. A guerra é espiritual, são batalhas espirituais, portanto, as armas são espirituais. "Porque as armas da nossa milícia näo säo carnais, mas sim poderosas em Deus para destruiçäo das fortalezas; Destruindo os conselhos, e toda a altivez que se levanta contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo o entendimento à obediência de Cristo;E estando prontos para vingar toda a desobediência, quando for cumprida a vossa obediência." 2 Coríntios 10:4-6. Não se travam batalhas espirituais andando na carne, mas sim no Espírito. Devemos usar a Palavra de Deus como espada e a fé como escudo, bem como os demais componentes da armadura de Deus descrita em Efésios 6:13-18 "Portanto, tomai toda a armadura de Deus, para que possais resistir no dia mau e, havendo feito tudo, ficar firmes. Estai, pois, firmes, tendo cingidos os vossos lombos com a verdade, e vestida a couraça da justiça; E calçados os pés na preparaçäo do evangelho da paz;  Tomando sobretudo o escudo da fé, com o qual podereis apagar todos os dardos inflamados do maligno.Tomai também o capacete da salvaçäo, e a espada do Espírito, que é a palavra de Deus; Orando em todo o tempo com toda a oraçäo e súplica no Espírito, e vigiando nisto com toda a perseverança e súplica por todos os santos".

Se seguirmos esses princípios de batalha espiritual, com certeza saíremos vitoriosos contra satanás e nossa intercessão será eficaz.

Que Deus abençoe a todos grandemente!

Com paixão pelas vidas,

ESTER PAIXÃO.

Enfermeira cristã é violentada por médico muçulmano

Category:

Reações: 

Enfermeira cristã é violentada por médico muçulmano
   
PAQUISTÃO (14º) - Uma enfermeira ficou inconsciente após um médico muçulmano tê-la estuprado e jogado do quarto andar do hospital em que trabalhavam.

A enfermeira, ainda estagiária, disse para a imprensa e grupos de direitos humanos que diversos muçulmanos, liderados pelo doutor Abdul Jabbar Meammon, a estupraram e jogaram seu corpo inconsciente do quarto andar do hospital Jinnah Postgraduate Medical Center (JPMC) para impedir que ela revelasse o abuso.

Meammon, que assumiu uma sala na ala feminina do hospital, tem um histórico de abuso contra enfermeiras cristãs, afirma um administrador do hospital. A doutora Seemi Jamali, chefe da Emergência, disse que Meammon foi suspenso do hospital sete vezes por beber no trabalho e outros maus comportamentos, e ele estava bêbado quando agrediu Ashraf.

Médico no IML do hospital, cuidando das autópsias, Meammon ocupava um quarto na ala feminina do dormitório do hospital, conta Jamali. Ela acrescentou que Meammon é uma figura influente, apoiado por um partido político em Karachi.

Magdalene Ashraf, estudante do terceiro ano de enfermagem, ficou inconsciente durante 56 horas, enquanto os cirurgiões batalhavam para salvar sua vida. Ainda em condições críticas, ela deu um depoimento para a polícia no dia 19 de julho. No mesmo dia, ela conversou com um advogado, relatando o estupro e a agressão.

A polícia apenas acusou Meammon e seus cúmplices com tentativa de assassinato. No entanto, um relatório médica confirmou que Ashraf foi estuprada por Meammon e mais cinco homens.

Um dos familiares de Ashraf disse que eles continuam a receber ameaças de Meammon.

Tradução: Missão Portas Abertas



Fonte: Compass Direct