Category:

Reações: 



"E disse Pedro: Näo tenho prata nem ouro; mas o que tenho isso te dou..." Atos 3:6a 

Sabe ontem quando eu estava indo pra casa desci na praça da bandeira pra ir caminhando até a tristão...sempre passo muito rápido por ali, sempre apressada para ir pra casa...mas ontem meu olhar parou em um mendigo sentado na praça...senti um impulso tão forte de ir até ele fiu na hora e entreguei um folheto pra ele...antes que eu dissesse alguma coisa ele disse: - Pensei que fosse dinheiro! (todo abusado) ...gente eu parei... não falei mais nada só deixei o folheto com ele e fui embora falando com Deus... no meu pensamento eu dizia: - Senhor que homem arrogante! Mas não é pra menos né gente...fiquei meditando na situação dele e o Senhor foi ministrando em meu coração durante a viagem pra casa no ônibus...
é cabível que devido a sua situação ele esteja amargurado...ele não tem nada..está na miséria...é claro que provavelmente chegou a este estado devido ao pecado, drogas, alcolismo enfim...mesmo assim temos a responsabilidade de pregar pra ele e não julgá-lo... a forma arrogante com que ele me respondeu não era pra me deixar chateada, pq na verdade foi uma reação a própria necessidade dele...então o que eu deveria ter feito? Deveria ter dado dinheiro a ele pq essa era a necessidade do momento? Não exatamente...o Senhor lembrou-me do texto de atos onde Pedro e João vão ao templo e encontram com um paralítico de nascença, o mesmo olhou pra eles esperando esmolas (pois era por isso que ele estava ali na porta do templo todos os dias), mas o que os apostolos responderam?
-Não temos ouro nem prata, mas o que tenho te dou, em nome de Jesus Cristo levanta e anda! Lembrar desse texto trouxe uma nova revelação dele pra mim...eu deveria ter voltado lá e ter dito a este homem que enquanto ele quisesse apenas suprir sua necessidade física, ele jamais mudaria seu estado, mas se ele quisesse conhecer o Deus que supre a necessidade espiritual primeiro, então seu estado físico também seria suprido...lembrei-me da canção ''Jesus não é dinheiro, mas Ele é real...'' em outras palavras eu deveria ter pregado mesmo assim...é bom que isso tenha ocorrido, pois agora sempre passarei nessa praça diferente...Há dias que tenho sentido em meu coração de qualquer dia desses trazer um saco de pão e uma garrafa de suco, ou caldo se manhãzinha pra dar a alguns homens de rua que vejo assim q desço do ônibus...Temos sempre que ver os dois lados. Como líder de evangelismo busco em oração estratégias novas, métodos e tc, mas sou fã do evangelismo pessoal, não tenho nada contra aqueles que desejam ganhar milhares de vidas de uma só vez com eventos, cruzadas etc...mas nada é mais eficaz do que investir em uma vida por vez, e em vários momentos...a semente é gerada e fica sendo regada com pequenos gestos, então no momento certo Deus dá o crescimento, esses, por sua vez costumam ser sempre frutos arraigados em Cristo que sabem porque o aceitaram, e reconhecem que sua vida sem Ele não tem sentido, ficando mais difícil de futuramente se afastarem dos caminhos do Senhor...

Espero que essa experiência que tive possa edificar vcs e que cada um possa refletir sobre o que tem feito em prol das vidas, mesmo que apenas uma por vez e com pequenos gestos...


Com paixão pelas vidas, 

ESTER PAIXÃO

Comments (0)